maio 19, 2024

012 News | A Notícia a Um Clique de Você.

O conceito da 012 News é informar e entreter nossos telespectadores e ouvinte.

YouTube amplia política de diretrizes contra desinformação sobre vacinas contra a Covid-19

Foto: Divulgação

O YouTube informou uma ampliação em suas políticas sobre desinformação na área de saúde, com novas diretrizes para conteúdos sobre as vacinas contra a Covid-19 na plataforma.

De acordo com a rede social, a atualização nas diretrizes que engloba as vacinas vem para fortalecer e tornar essas políticas mais robustas e abrangentes, protegendo os usuários contra fake news.

Entre as mudanças estão as orientações sobre os efeitos colaterais das vacinas. Com isso, os conteúdos não podem informar de forma errada sobre possíveis reações que os imunizantes possam gerar nas pessoas.

A plataforma também destacou que vai continuar removendo vídeos com alegações falsas de que vacinas aprovadas são perigosas, causam danos crônicos à saúde e não reduzem as chances de transmitir/contrair doenças ou qualquer conteúdo com desinformação sobre as substâncias contidas nesses imunizantes.

Já conteúdos sobre políticas relacionadas às vacinas, novos testes de vacinas, históricos de sucesso ou falha dos imunizantes e depoimentos pessoais sobre as vacinas, desde que o vídeo não viole as diretrizes da comunidade, vão continuar sendo permitidos.

A rede social afirmou já ter removido mais de 130 mil vídeos desde outubro de 2020 por violações das novas políticas sobre a vacina da Covid-19. Recentemente, vários vídeos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foram removidos após o conteúdo ter sido considerado como desinformação pelo YouTube.